quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Que Árvore é Esta? O Olho de Boi





Nossa árvore e sua plaqueta de identificação:
será o Olho de Boi de nosso museu "legítimo"?

Muita gente pensa que o Olho de Boi - aquela semente grande, marrom e bem comum como amuleto entre supersticiosos que a identificam com diversos poderes mágicos - é apenas aquilo que vemos: no entanto, por se tratar de uma semente, é sinal que ela dá origem a uma planta... E qual a surpresa de muitos que chegam ao nosso museu e "descobrem" a enorme árvore do Olho de Boi! Ela fica bem em frente à casa histórica e tem inclusive um banco feito em concreto ao seu redor, o que facilita para aproveitar sua sombra e brisa cálida.

A semente do Olho de Boi usada para fazer amuletos.


Seu nome científico é Cupania vernalis e é uma planta nativa do Brasil, leste e nordeste da Argentina, Uruguai e Paraguai. Mas há controvérsias: existem pelo menos mais OITO denominações de árvores (sete brasileiras e uma de origem chinesa), que também dão origem a uma semente chamada de "Olho de Boi". Veja o quadro abaixo:

Nome científicoNome popular
Dioclea violaceaCoroanha, Coronha ou Mucunã
Nephelium longanaLongana - nativa da China
Buphthalmum salicifoliumBuftalmo
Hymenaea courbarilJatobá
Mucuna urensMucunã
Mucuna altissimaMucunã
Talisia esculentaPitombeira
Eryphanis reevesiAzul-Ferrete


Bom, para facilitar, ficaremos apenas com o que encontramos pesquisando a Cupania vernalis, que teve sua identificação feita ainda em 1982, por parte dos técnicos da FEEMA, por ocasião das obras de abertura de nossas instalações. E também neste caso vários nomes populares estão a ela ligados. Diz-se que a árvore chama-se "Camboatá" (ou "Camboatã"), "Gravatã", "Miguel-Pintado" ou "Cuvantã".

O fruto é composto pela cápsula/vagem ou fava, com as sementes dentro.


Trata-se de uma árvore de folhas perenes que pode atingir uma altura de 25 metros com diâmetro à altura do peito de 80 centímetros. As folhas são compostas e o fruto é uma cápsula sulcada e que se abre quando maduro. É neste ponto que podemos identificar nossa árvore como um "Olho de Boi": dentro desta "cápsula" (ou vagem, ou fava) normalmente se encontram duas ou três sementes características. E é daí que saem as sementes que viram amuletos.

A poderosa copa, que se estende por toda a frente de nossa casa histórica.

O florescimento acontece normalmente entre os meses de março e maio, com maturação dos frutos de setembro até novembro. E aqui há outra dúvida: alguns de nossos servidores que trabalham há mais tempo no museu, dizem que esta árvore é por demais antiga para gerar frutos, e que portanto não temos nenhum deles nascido e colhido aqui. Outros discordam, afirmando que já viram as vagens caírem em algumas poucas ocasiões e que, realmente, trata-se de uma semente de olho de boi. No nosso dia a dia estamos sempre perto da árvore mas, até o momento, não testemunhamos nenhuma vagem caída ou uma semente à solta. Continuaremos a observá-la, quando menos, por sua beleza verde e forte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!