quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Que árvore é essa? O Oiti

Nosso majestoso Oiti logo ao lado do caramanchão, na entrada para a Casa Histórica.


Uma das árvores das mais comentadas e "discutidas" em nosso parque é o nosso Oiti (Licania tomentosa), que fica logo ao lado do caramanchão, o que o leva a ter um grande destaque. A árvore - que é centenária, tendo sido registrada mais jovem, ainda nos tempos em que Benjamin Constant viveu na casa histórica - é originária da Mata Atlântica, muito utilizada na arborização de diversas cidades brasileiras, como ocorreu aqui no Rio de Janeiro. Também chamado "Goiti", "Oitizeiro" e de "Oiti-da-praia", a espécie é de grande porte e pode atingir até quinze metros de altura.

Em registro fotográfico circa 1904, quando a casa era habitada pela família de Benjamin Constant,
ele já era árvore adulta ao lado do caramanchão - perfil em amarelo.


O Oiti é muito usado na arborização urbana por sua copa frondosa, que dá ótima sombra. As folhas são muito apreciadas pela fauna de um modo geral, as raízes são profundas e não agressivas. O tronco é reto e geralmente possui casca cinzenta. A madeira é de boa qualidade, resistente, pesada, durável e pode ser utilizada em postes, estacas, dormentes e na construção civil. Resistente aos poluentes urbanos, é árvore de duradoura, de longa vida...

Detalhe das Ripsális que se debruçam sobre os galhos de nosso velho Oiti.


Seu cultivo deve ser feito em área sob sol pleno, em solo fértil, drenável, profundo, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. A espécie se adapta melhor a climas amenos a quentes e não tolera encharcamentos por períodos prolongados. Após bem estabelecida, tornar-se resistente à estiagem. Em locais de frio moderado sofre com as geadas e raramente frutifica.

Hoje nosso Oiti já bastante idoso, carrega algumas epífitas em seus galhos (no caso, Ripsális, um tipo de trepadeira que se apoia sobre outra planta, sem prejudicá-la, isto é, sem retirar seus nutrientes, num tipo de simbiose natural das mais interessantes - marca na imagem), mas continua ofertando sua sombra acolhedora e agradável nos dias de sol intenso, às novas gerações. Esperamos que ainda por muitos e muitos anos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!