terça-feira, 6 de setembro de 2016

Que árvore é essa? A "Cabeluda" (ou "Cabeludinha")

Marcada em amarelo, a árvore "Cabeluda", no lado esquerdo de quem sobe,
em nossa alameda principal.

Hoje destacamos uma árvore de nosso parque que é um pouco complicada de visualizar, pois se confunde com o verde abundante do ao redor. Mesmo assim, achamos importante falar sobre ela, já que seu aspecto de um modo geral é bastante interessante. A "Cabeluda" - ou "Cabeludinha" (Eugenia tomentosa) - ficou conhecida desta forma por seus pequenos frutos amarelos que possuem uma espécie de "penugem" sobre sua casca, quando maduros.É uma árvore pequena, praticamente um arbusto, mas se destaca por seu caule diferente e pelo verde intenso de suas folhas.

Detalhe das flores de uma "Cabeludinha".
Ela não é muito conhecida em nosso país, apesar de sua origem ter sido apontada como daqui mesmo, o Brasil. É nativa dos estados do Rio de Janeiro, sul de Minas Gerais e de São Paulo e é cultivada em Santa Catarina. De baixa estatura, tem de 2 a 4 metros de altura de um caule dividido em vários galhos desde a base. Destes, surgem ramos declinados e bifurcados. O tronco atinge pequenas dimensões, medindo de 5 centímetros a, no máximo, 10 centímetros de diâmetro e é recoberto por uma casca fissurada (com rugas), de cor escura. As folhas são simples e parecem muito com a de uma laranjeira ou de um limoeiro. Também as hastes destas folhas são "cabeludas", isto é, são cobertas de pelos longos e escuros. As flores nascem junto às folhas ou em ramos sem folhas sob a copa. São brancas, pequenas, hermafroditas, não têm haste e ficam presas ao caule como um cacho. A árvore costuma florescer entre maio e junho.

O fruto da "Cabeluda", também chamada de "Jabuticaba Amarela".

O fruto é comestível e parece um globo com gomos, aparecendo de outubro a dezembro. Quando maduros sua casca adquire coloração amarela intensa que recobre uma polpa translúcida e com suco saboroso, doce e levemente ácido. Deliciosos se forem consumidos in natura, também podem fazer sucos, doces e sorvetes.

Detalhe das folhas, longas e em verde escuro.
A "Cabeluda" é considerada ornamental por suas densas ramificações, elegantes copa e folhagem verde-escura e também é indicada para arborização de ruas, praças e jardins. Em nosso parque, um de seus exemplares se localiza logo na alameda principal, próximo à casa histórica.

Nota: o nome científico da "Cabeluda" ou "Cabeludinha" também pode ser "Myrciaria glazioviana", sinônimo de "Eugenia tomentosa".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!