quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Acervo documental da Igreja Positivista é reconhecido pela UNESCO

Na fachada da Igreja Positivista aqui no Rio, um dos seus lemas.

Conforme falamos neste post, fomos chamados a colaborar com a recuperação da Igreja Positivista,, o que nos levou a participar de alguns eventos, ações e pesquisas dentro do acervo da igreja, que se encontra bastante degradado. Uma "força tarefa" composta por representantes do IBRAM, IPHAN, INEPAC e da Superintendência de Museus do Estado do Rio de Janeiro se comprometeram com a recuperação manutenção deste marco da memória de nossa cidade - e também de todo o país.

Nosso historiador Marcos Lopes (à esquerda), analisando um documento
que poderia ser incluído no "Memória do Mundo".

Também chamada "Templo da Humanidade", o telhado da igreja sofreu um desabamento de uma de suas partes em 2009, e desde então seu acervo corre sério risco de se perder definitivamente. Como o espaço já é tombado como Patrimônio Cultural Brasileiro nas três esferas de poder - municipal, estadual e federal - vários órgãos da cultura se envolveram nesta empreitada, que já rendeu frutos!

Uma das publicações da Igreja Positivista Brasileira, à época de sua criação,
incluído no grupo de documentos do "Memória do Mundo".


Uma das primeiras ideias foi a de inscrever o acervo da Igreja Positivista no edital Memória do Mundo, da UNESCO. O trabalho de leitura, catalogação e apresentação foi realizado pela equipe multidisciplinar e contou com servidores e estagiários do IBRAM, IPHAN, INEPAC e da Superintendência de Museus do Estado do Rio de Janeiro. O material selecionado é um conjunto de publicações produzidas pela IPB entre a época de sua fundação (cerca de 1881) e meados do século XX, e foi apresentado à entidade internacional sob o título de “República e Positivismo: A Produção Intelectual da Igreja Positivista do Brasil”.

E deu certo! O Comitê Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo da UNESCO (MoWBrasil) anunciou os vencedores em 23 de setembro e entre eles estavam os documentos da Igreja Positivista. Agora, esse conjunto de obras é considerado um acervo com valor de patrimônio documental da Humanidade!

Segundo nota do blog da Igreja Positivista, "trata-se de um registro excepcional da irradiação do positivismo em território nacional. O reconhecimento de seu grande valor documental representa um passo importante para a IPB, cujos esforços têm se concentrado na preservação, restauro e divulgação destes acervos, em estado de conservação precário desde o desabamento do telhado de sua sede, o Templo da Humanidade, ocorrido em 2009."

No próximo dia 10 de dezembro, no Arquivo Nacional, aqui no Rio, haverá a cerimônia de entrega do certificado de nominação no Registro Nacional do Brasil aos acervos nominados em 2015.

Fazemos votos que esse patrimônio esteja ainda mais protegido e fortalecido, de modo a conservar um pedaço importante da história de nosso país.

2 comentários:

  1. É uma perda imensa que quase ninguém sabe que mora ao lado dessa Igreja, E principalmente ver sua total decadência. Sou vizinha dessa Igreja e sei que tudo está abandonado.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!