sexta-feira, 13 de novembro de 2015

A República e o Rio: comemorando a Proclamação


São muitos os motivos pelos quais a República brasileira teve início na chamada "Cidade Maravilhosa", o Rio de Janeiro. Obviamente que "a história estava aqui", e isso já seria motivo suficiente para tanto. Mas, tendo sido transformado de colônia portuguesa a país independente nas margens de um rio paulista, o Brasil poderia. em tese, ter se tornado República em outro ponto do território nacional.

Mas não foi assim e temos todo o processo republicano se passando aqui mesmo, em nossas ruas, em nossos bairros. Uma herança grande e forte que lembra a cidade no ano de 1889, fim do século XIX. Capital do Império e com vocação para muito mais, foi aqui que tudo aconteceu. Temos portanto uma ligação muito forte entre cidade e acontecimento, entre lugar e pessoas, entre época e fatos.

O grupo "História Através da Música".
Daí que, para comemorarmos os 126 anos da Proclamação desta República muito discutida - naquele então e agora - buscamos o grupo "História Através da Música", que trouxe o espetáculo "Rio, Histórias Além do Mar", para se apresentar em nosso parque, bem no dia 15, data da proclamação.

Nascido em 2001 no Rio de Janeiro, o grupo é fruto de encontros, reflexões e debates entre professores de História que têm a Música Popular Brasileira – especialmente o samba e o choro – como objeto de estudo e pesquisa. A proposta inicial foi a de ensinar História do Brasil tendo a música como principal ferramenta didática e motivadora de aprendizagem. Mas este pensamento cresceu, transformando-se em um projeto educativo cultural que conta atualmente com nove integrantes, a maior parte músicos, sendo dois deles professores de história.

Trata-se de uma verdadeira aula espetáculo que tem a História do Brasil como tema. O trabalho do grupo preza pela teatralidade, com a inclusão de literatura, poesia e até artes plásticas na construção dos espetáculos. Em cerca de 80 minutos o grupo toca sambas e choros que seguem uma linha temática dentro da História de nosso país, com a participação do público, inclusive.

O grupo em cena, interpretando "Rio, Histórias Além do Mar".

Rio, Histórias Além do Mar” é um “espetáulaco” (misto de espetáculo e aula) que vai da história da cidade - lembrando a comemoração de seus 450 anos - aos herois da república. O personagem "Crioulo Doido" (interpretado por Gustavo Arthiddoro) é o cicerone do espetáculo: símbolo do carioca de espírito alegre, que faz troça com a própria desgraça, questiona e critica pelo humor, como fazem a maioria dos compositores escolhidos para o repertório apresentado. Mas muitos outros personagens virão ter com o público durante o espetáculo.

E fazemos o convite a vocês: no próximo domingo, dia 15 de novembro, à tarde, venham conhecer um pouco mais da nossa história dentro de um ambiente cheio delas. Não perca!

Serviço: 
Espetáculo "Rio, Histórias Além do Mar
Parque do Museu Casa de Benjamin Constant
Dia 15 de novembro, domingo, às 14h30

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!