sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Comemoração do V Centenário de Santa Teresa, padroeira de nosso bairro

Santa Teresa de Ávila - ou Santa Teresa de Jesus, devido à sua intensa
ligação com o Cristo - em óleo do espanhol José de Ribera.


Nascida há 500 anos na cidade de Ávila, na Espanha, Teresa d’Almada e Cepeda teve uma vida incomum. Teresa era uma mulher de valores, que acreditava e pregava a importância do SER em detrimento do TER, e assim realizou a grande fundação da Ordem dos Carmelitas Descalços, pessoas que se entregam à clausura, à pobreza e ao silêncio, pois, afinal, para ela, a liberdade da alma independia do corpo físico: ela habita nosso “Castelo Interior”.

O verdadeiro portal espanhol que congrega todas as atividades comemorativas dos 500 anos da Santa - o Fundación V Centenário - afirma que:

"Santa Teresa foi uma mulher com uma personalidade excepcional que, sem recursos efetivos, realizou a difícil tarefa de reformar a Ordem Carmelita. Era uma mulher do século XVI que debateu com os estudiosos da Igreja e da sociedade em torno dela e chegou às suas realizações. Fundou 17 claustros na Espanha, governados por sua compreensão da vida espiritual, e produziu uma vasta obra literária, o que a tornou uma figura de liderança entre os escritores da Idade de Ouro. Foi ela quem iniciou o movimento de 'místicos' na Europa e mais tarde se tornou a patronesse dos escritores em língua espanhola e também, Doutora da Igreja.

Foi uma mulher de luta, de letras e do Renascimento: peregrina, determinada, compassiva, alegre, trabalhadora, tenaz, firme, inteligente, humilde, criativa, carismática, sonhadora, atenta, envolvida, lutadora, educadora, curiosa, líder, estrategista, científica, simples, que pode ser envolvida por uma palavra principal: memorável!"

O Convento das Carmelitas Descalças em nosso bairro.

Sua história em nosso país, mais especificamente em nosso bairro, se inicia há cerca de 200 anos atrás, com a vontade de uma carioca chamada Madre Jacinta, que acreditou que poderíamos seguir os passos de Santa Teresa. Ela enfrentou a própria igreja - que não desejava que um convento fosse aberto em nossa cidade - e fundou o primeiro Carmelo da América Latina dedicado à Santa, o que deu início ao nosso bairro. Até hoje elas estão lá, as Carmelitas, que diariamente se dedicam às orações visando a construção de um mundo melhor e mais justo.

Neste ano de 2015, a igreja católica comemora o nascimento de Santa Teresa com muita festa, principalmente em seu país natal, a Espanha. Mas igrejas, conventos, mosteiros, carmelitas e fiéis de todo o mundo também o fazem. Sabendo desse marco, a Santa Rede - Rede das Instituições e Produtores Culturais de Santa Teresa - coletivo formado em maio de 2013 - veja post aqui - o qual tomamos parte, trabalhou desde o ano passado para que houvesse uma comemoração pequena, simbólica, e muito apropriada, que lembrasse Santa Teresa e a unisse à vocação naturalmente cultural de nosso bairro. Diversos aspectos de Teresa de Ávila e de seu país de origem foram levantados pelos membros da rede e, neste mês, realizaremos alguns eventos para lembrar esta história.

A dança espanhola estará representada por uma apresentação de Flamenco,
no Centro Cultural Laurinda Santos Lobo na noite de sexta feira, dia 16/10.


Uma peregrinação de um painel da Santa, criado pelas crianças do Ballet de Santa Teresa está acontecendo entre igrejas, escolas e instituições culturais desde segunda feira, dia 5/10. Mas o ponto alto dos festejos acontecerá entre os dias 15 e 18/10 que, coincidentemente, é a data de aniversário de nosso museu. A programação também inclui um pequeno roteiro gastronômico, ateliês abertos no fim de semana de 17 e 18/10 e até um cortejo conduzido pelo Bloco Carmelitas! Uma mistura do sagrado e do profano que foi pensada para agradar a todos - religiosos ou laicos - terá lugar em nosso bairro e você já pode conferi-la tanto na página da Santa Rede no Facebook quanto na página especialmente criada para o evento, também nesta mídia social. Também daremos destaque a alguns acontecimentos aqui no blog, na próxima semana. Fique atento!

Notas:
1 - Saiba mais sobre a Santa Rede lendo este post e este post.
2 - No ano passado, registramos uma homenagem aos professores e a Santa Teresa aqui

Toda a programação ao ar livre poderá ser alterada e/ou cancelada em função das condições climáticas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!