quinta-feira, 10 de abril de 2014

Uma pequena maravilha


O "pequeno grande quadro" de Decio Vilares: registro utilizado para montagem de nosso museu.

Posicionado estrategicamente em uma das paredes do hall de entrada em nosso museu, há um pequeno quadro que impressiona muito, e que se acaba se impondo inclusive a peças maiores. Trata-se de uma obra atribuída ao pintor Decio Vilares - que retratou alguns momentos da vida da família de Benjamin Constant - que mostra nosso patrono trabalhando em seu gabinete, com uma criança ao lado. Muito já se especulou sobre o trabalho mas algumas ideias são recorrentes, tais como:
  • A criança na imagem é um dos filhos de Benjamin quando criança, provavelmente sua filha mais velha, Aldina.
  • O gabinete de trabalho do quadro é, provavelmente, a sala de trabalho do Professor Benjamin Constant no antigo Instituto dos Meninos Cegos, localizado no antigo "Campo da Aclamação", hoje o conhecido Campo de Santana, no Centro do Rio de Janeiro.
Mas o mais curioso, para quem vem nos visitar e presta muita atenção à tudo, é o fato de que, o último escritório pensado para ocupação por parte de Constant, dentro do museu casa, é praticamente igual ao que está representado na pequena obra. Como se explica isso?

Na verdade, de posse de parte dos pertences de Constant e com sinal verde para montar o museu, a museóloga Hercília Vianna copiou fielmente a ambiência da figura, tendo providenciado inclusive peças de interiores que não eram as originais da casa, mas que simularam perfeitamente o espaço como fora originalmente. Nota-se os pequenos quadrinhos, as luminárias, a mesa, os armários (estes últimos, originais), entre outros detalhes.

Por este motivo, em sua próxima visita a nosso museu, não deixe de observar com atenção o pequeno quadrinho à direta, logo na entrada do Hall: nele você vê "o quê" e "o quando". E, olhando à esquerda, para o "escritório" da casa, você perceberá o quão belo é o trabalho de ambientar um espaço histórico, recriando-o como na época em que esteve em uso por parte da figura que viveu em tal lugar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!