quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

A Agroecologia: pensando no todo

A agricultura familiar é incentivada pela agroecologia.

Apesar de bastante semelhante à Agricultura Orgânica, apresentada em nosso post anterior, a Agroecologia é mais recente e totalmente baseada nos pressupostos sustentáveis, quais sejam "ser socialmente justa, culturalmente aceita, economicamente viável e ecologicamente correta. A agroecologia não funciona de forma isolada, mas sim como uma ciência que agrega conhecimentos de outras ciências, além de saberes populares e tradicionais, provenientes das experiências de agricultores familiares de comunidades indígenas e camponesas.

Canteiros circulares são uma técnica de Permacultura bastante utilizada pela agroecologia.

Segundo a Wikipedia, a palavra "agroecologia" foi utilizada pela primeira vez em 1928, com a publicação do termo pelo agrônomo russo Basil Bensin, e seu entendimento enquanto "ciência" coincide com uma maior preocupação com a preservação dos recursos naturais que começa já nos anos 60 e anos 70. Garantir a preservação do solo, dos recursos hídricos, da vida silvestre, dos ecossistemas naturais, e assegurar que todos possuam o alimento, pode ser um resumo do que é, na prática, a agroecologia. É preciso destacar que, além de envolver o plantio sustentável das espécies, esta ciência também atua diretamente na organização social e no estabelecimento de novas formas de relação entre a sociedade e a natureza.

Em franca expansão, a agroecologia é divulgada e promovida por ONGs, centros de pesquisa e universidades. E, ainda que seja diferente de sua "irmã mais velha" - a agricultura orgânica - é claro que ambas bebem na fonte das pesquisas agrícolas que têm como norte a sustentabilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!