quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Os Consolidadores da República do 15 de novembro

Marcos Felipe de Brum Lopes

15 de novembro de 2013: mais um aniversário da República do Brasil. Para lembrar e discutir o tema, pinçamos uma fotografia interessantíssima de nosso arquivo histórico. Foi feita pelo "estúdio Elias Phot.", no Rio de Janeiro, e mostra uma série de pequenos retratos de homens sérios, cujos bustos foram diagramados em pequenos losangos.

As frases inscritas na montagem são “13 de março de 1894”, “9 de fevereiro de 1894” e “Consolidadores da República”. São registrados ainda os nomes das cidades de Bagé, Lapa, Rio Grande e Niterói (com a grafia antiga “Nictheroy”). O que significa tudo isso?

Poucos sabem, mas no imaginário republicano e no panteão de seus heróis há mais do que Deodoro, Floriano ou Benjamin Constant. Há 124 anos, mudava-se o regime político brasileiro: caía o império, seguia a família imperial em exílio para a Europa, e proclamava-se a República.

Os primeiros anos republicanos foram conturbados e o regime passou longe da unanimidade. Descontentamentos e revoltas de vários tipos pipocaram pelo país. A mais famosa delas foi a de Canudos, entre 1896 e 1897. Mas antes dela houve a Revolução Federalista, no Sul do Brasil, durante o mandato do autoritário Floriano Peixoto.

O movimento seria uma revolução para aqueles que dele participavam, já que se opunham ao presidente do Estado do Rio Grande do Sul, Julio de Castilhos e ao presidente da República, Floriano Peixoto. Pregavam uma República Federalista e buscavam também a autonomia do Sul, em face da centralização de poder no Rio de Janeiro que marcou essa fase da administração republicana. Já para os partidários da República tal como ela se apresentava, o movimento seria uma revolta a ser combatida.

Sangrento e brutal, o conflito entre as tropas federalistas (os "Maragatos") e os legalistas ("Chimangos" ou "Pica-Paus") só terminou de fato em 1895, mas as forças dos federalistas já estavam enfraquecidas desde março de 1894. E aqui retornamos à nossa foto.

A mais notória batalha desta "revolução", foi chamada de o "Cerco da Lapa": uma resistência legalista ao avanço dos federalistas, que veio a tirar a vida do General Gomes Carneiro. O Cerco da Lapa foi vencido pelos federalistas, mas representou um grande atraso em seu avanço e, por isso, a possibilidade de organização das tropas legalistas para os próximos confrontos. Bagé também testemunhou muito sangue derramado. Rio Grande representa a permanência daquele Estado na República brasileira e, portanto, a manutenção da unidade nacional. As datas incluídas na montagem da foto demarcam a morte do General Gomes Carneiro, em 9 de fevereiro de 1894 e a derrota do Almirante revoltoso Saldanha Gama pelo Almirante legalista Jerônimo Gonçalves, em 13 de março de 1894.

Como um louvor claro àqueles que lutaram pela República de Floriano Peixoto e a tudo o que ela representava, a foto sugere que os legalistas estavam consolidando o projeto do 15 de novembro, do qual Deodoro foi o Proclamador e Benjamin Constant, o Fundador. O projeto sulista de uma República descentralizada foi frustrado pelas tropas do governo e, em 1894, o Brasil ganhava seus Consolidadores da República, uma tentativa de projetar heróis sobre os problemas que o novo regime não conseguia, de fato, solucionar. Nos anos seguintes, outras revoltas surgiriam, trazendo à luz do dia as incongruências e contradições de um país que continuava elitista e excludente.

E quem são os 36 Consolidadores da República? Veja:
Da esquerda para a direita:
  • General Ernesto Gomes Carneiro
  • General Silva Telles
  • Coronel C. Telles
  • Coronel Pedro Neves
  • Coronel Vespasiano
  • General Bacelar
  • General E. Quadros
  • Senador Pinheiro Machado
  • General F. Ramos
  • General Costallat
  • Almirante Jerônimo Gonçalves
  • Marechal Floriano Peixoto
  • General Moura
  • General Roberto Ferreira
  • General Arthur Oscar
  • General Rodrigues Lima
  • General Jardim
  • General Leite de Castro
  • Dr. Porciúncula
  • Dr. Julio de Castilhos
  • Quintino Bocaiúva
  • Dr. Bernardino de Campos
  • Dr. Victorino Monteiro
  • General Santo Dias
  • General Gomes Pimentel
  • Marechal Enéas Galvão
  • General Argollo
  • General Sebastião Ewerton
  • General Bernardo Vasques
  • General Delgado
  • Coronel Braz Abrantes
  • General Cantuária
  • Coronel Marciano Botelho de Magalhães
  • Coronel Sampaio
  • General Ilha Moreira
  • Coronel Marinho. 
Clique para ver maior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!