sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Museus Casas no Brasil


Dentre as inúmeras casas que foram transformadas em museus, de norte a sul do país, nossa unidade museal faz parte de uma categoria singular: a dos Museus-Casas, ou seja, casas que, originalmente, foram a residência de alguém ilustre , ou que reúnem um conjunto de características muito particulares, ou ainda que possuem um determinado conteúdo que devem ser destacadas das demais residências da mesma época. Embora possamos classificar desta forma uma série de museus no Brasil, cada um deles têm um componente que o distingue dos demais. E, em alguns deles, até perdemos a noção de que, na verdade, se trata de uma casa que foi habitada no passado.

A beleza da Casa Daros, no Rio: museu de arte contemporânea que já foi internato.

Sob este aspecto, o livro "Museus-Casas Históricas No Brasil", elaborado pela Equipe da Curadoria do Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Estado de São Paulo, com organização de Ana Cristina Carvalho, foi muito bem editado. Identificando cada museu catalogado como sendo uma "casa de personalidade", "de colecionador", "de beleza", "de evento histórico", "de sociedade local", "ancestral", "de poder", "clerical" ou "vernacular", trata-se de um excelente guia para aqueles que desejam conhecer museus-casas a partir de diferentes abordagens.

A Casa de Santos Dumont e sua "escada supersticiosa".

Segmentado por região do país (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), mostra não apenas casas pequenas, mas nos recupera a memória de que grandes palácios eram, no fundo, uma casa de família ou uma moradia. Daí a inclusão no guia do Museu Imperial de Petrópolis - casa de veraneio da família imperial no Brasil - e também da recém inaugurada Casa Daros, no Rio de Janeiro, que já foi um internato de meninas.

Um raro exemplar de edificação,  a Casa do Bandeirante, em São Paulo, mostra as mudanças
ocorridas na cidade desde os primeiros séculos da colonização portuguesa.

Sem esquecer das pequenas casas, como nosso museu, e também a Casa de Santos Dumont, em Petrópolis, o Museu Casa de João Turim em Curitiba e o Museu Casa do Bandeirante em São Paulo, dentre outros, a publicação traz informações básicas mas importantes sobre cada uma destas instituições, que registram na memória de nossa sociedade a história que as permeia.

Trata-se de uma edição limitada de distribuição gratuita, que está sendo direcionada prioritariamente aos museus, bibliotecas especializadas em arte, além de profissionais e estudantes da área. Caso deseje solicitar um exemplar, envie um e-mail para acervo@sp.gov.br.

2 comentários:

  1. onde posso consultar o livro da Ana Cristina Carvalho? estou desenvolvendo um projeto sobre museus-casas para a Lei Rouanet e será muito importante para a minha pesquisa. Grata pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Aline, em qualquer biblioteca de museu que seja aberta a consultas você deve encontrá-lo. Nossa biblioteca somente funciona com hora marcada e pesquisa direcionada, mas você pode fazê-lo. Outra opção no Rio é a Biblioteca Nacional. Fora do Rio você também pode acionar o Acervo de São Paulo através do email acervo@sp.gov.br
      Abs!

      Excluir

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!