quarta-feira, 15 de maio de 2013

Cadeiras em destaque

Várias das cadeiras presentes em nosso acervo.

Um dos móveis de maior dificuldade de confecção, desde a criação, passando pelo desenho, escolha do material, modelagem e fabricação final é a cadeira. Desde sempre, incluindo a época em que eram confeccionadas sob medida para reis e imperadores, até quando passaram a ser criadas em escala suficiente para uso por toda uma população, são das peças com histórias as mais fascinantes.

A cadeira de Benjamin Constant, em palhinha e jacarandá.

Cadeiras, de um modo geral, definem épocas e estilos de decoração, mostrando em sua forma, detalhes, material utilizado e conformação geral o que se passava num determinado período histórico. Em nosso museu possuímos vários exemplares do século XIX, uma época muito rica na produção de mobiliário de um modo geral, tanto em termos estéticos quanto de métodos de fabrico, quanto do uso de madeiras mais ou menos exóticas. Dentre estes exemplares, alguns pertenceram, de fato, à família Benjamin Constant. Outros, de tão interessantes e com um registro histórico evidente, foram incorporadas de modo totalmente harmônico ao nosso acervo, para ambientação de nosso museu casa.

Dois modelos de destaque: cadeira "medalhão", comum no século XIX, e cadeira com encosto em forma de harpa.

Temos muitas peças do chamado modelo "Medalhão", com assento e encosto em palhinha, com ou sem braços, bastante comuns à época e muito valorizadas na atualidade. Há também modelos do chamado "barroco brasileiro" e do "estilo eclético", típico do século XIX, além de delicadas peças já com inspiração no período Nouveau, do início do século XX. Algumas das mais interessantes foram destacadas neste post e grande parte encontra-se exposta em nossa casa histórica. Venha vê-las de perto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!