quarta-feira, 24 de abril de 2013

O charme do século XIX: leques

Feito com lâminas de marfim entalhadas e vazadas, este leque recebeu em sua parte superior um revestimento feito com papel decorado com várias estampas de figuras humanas com roupas de época, paisagens e alegorias em ambos os lados. Pertenceu à Olympia Gonçalves Dias, esposa do poeta Gonçalves Dias, que era irmã de Maria Joaquina, esposa de Benjamin Constant.

Um dos elementos praticamente indispensáveis a uma dama no século XIX era o leque. Alguns autores defendem que o aparecimento do leque se deu no Japão, entre os séculos XI a VIII, enquanto outros situam o surgimento da peça quase ao mesmo tempo do surgimento do homem. E existem muitos mitos e lendas que tratam de sua origem, assim como diferentes povos se dizem responsáveis pela criação deste objeto.

Uma menina americana negra do século XIX e seu leque: tradição entre todas as mulheres, sem distinção.
Para se ter uma ideia de sua importância, pode-se observar a frase abaixo, atribuída à escritora iluminista francesa, Madame de Staël:

"Há tantos modos de se servir de um leque que se pode distinguir, logo à primeira vista, uma princesa de uma condessa, uma marquesa de uma roturière (plebeia). Aliás, uma dama sem leque é como um nobre sem espada."


Leque feito com lâminas de madeira pintadas de dourado envelhecido com decoração vazada. Na parte de cima as hastes receberam tecido na cor vinho, com rendilhado na ponta, mais decoração floral e figuras humanas. Também pertenceu à Olympia Gonçalves Dias.

Em nosso acervo possuímos algumas peças deste acessório feminino que enorme importância tinha no vestuário do século XIX pois, além de ser um item de moda, no calor dos trópicos brasileiros o leque era indispensável para amenizar o calor. Neste post você vê algumas peças de nosso Museu, algumas ainda em bom estado, mas apenas um deles está exposto atualmente. Mas, não eram mesmo um charme?
Mais conhecido como "ventarola", este leque era feito com base em uma haste de madeira que recebia uma peça oval feita com lâminas de madeira com nervuras, revestida em papel colorido ou estampado e envernizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!