quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Uma jarra com um "segredo"

Uma jarra em cristal com alça trabalhada: não é linda?

Dos muitos objetos curiosos e diferentes de nosso acervo, esta jarra em vidro cristal, de origem francesa, tem uma curiosidade especial: além do compartimento para reter o líquido a ser servido, na parte posterior, próximo à alça, existe um outro compartimento, acessado pela lateral da peça. Este recôndito era utilizado para acomodar gelo, tornando a bebida principal gelada.

Veja o "segredo": um compartimento separado para gelo.

Tal "tecnologia" do século XIX tem um porquê: o gelo viajava em navios que saíam dos pólos para as mais diferentes regiões do planeta, incluindo o Brasil, claro. Em geral, o gelo que chegava ao Rio de Janeiro vinha do pólo sul, ou de regiões frias mais ao norte, como a Patagônia Argentina - obviamente devido à proximidade com a cidade. As pedras de gelo se sujavam e, portanto, não eram "potáveis", e se degelassem se tratavam de água de má qualidade. Por este motivo o segredinho da bela jarra em cristal era o de separar o gelo do líquido a ser consumido de forma prática, simples e eficiente, resfriando o líquido sem contaminá-lo.

Note que a jarra era francesa, portanto tal "tecnologia" era utilizada em todo o globo (e o gelo vinha dos pólos!). Interessante, não?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!