quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Noel Positivista


Nascido no Rio de Janeiro de 1910, Noel Rosa foi sambista, cantor, compositor, bandolinista e violonista, consagrado como um dos maiores e mais importantes artistas da música no Brasil. Sua contribuição para a legitimação do samba de morro no "asfalto", ou seja, entre a classe média e o rádio, principal meio de comunicação em sua época, é inegável.

Criado no bairro carioca de Vila Isabel, filho de um comerciante e de uma professora, Noel era de família de classe média, tendo estudado no tradicional Colégio São Bento, o que facilitou o acesso destes ritmos, antes pouco considerados no panorama das artes e da música brasileira, aos colegas e amigos de Noel. Curiosamente, em parceria com o poeta e jornalista Orestes Barbosa , criou a música "Positivismo", cuja letra pode ser vista abaixo:

Positivismo

Noel Rosa e Orestes Barbosa

A verdade, meu amor, mora num poço
É Pilatos lá na Bíblia quem nos diz
E também faleceu por seu pescoço
O autor da guilhotina de Paris

A verdade, meu amor, mora num poço
É Pilatos lá na Bíblia quem nos diz
E também faleceu por seu pescoço
O infeliz autor da guilhotina de Paris

Vai, orgulhosa, querida
Mas aceita esta lição:
No câmbio incerto da vida
A libra sempre é o coração

O amor vem por princípio, a ordem por base
O progresso é que deve vir por fim
Desprezastes esta lei de Augusto Comte
E fostes ser feliz longe de mim

O amor vem por princípio, a ordem por base
O progresso é que deve vir por fim
Desprezastes esta lei de Augusto Comte
E fostes ser feliz longe de mim

Vai, coração que não vibra
Com teu juro exorbitante
Transformar mais outra libra
Em dívida flutuante

A intriga nasce num café pequeno
Que se toma pra ver quem vai pagar
Para não sentir mais o teu veneno
Foi que eu já resolvi me envenenar

Segundo informações do "Portal Educar Brasil", tal música foi composta pelos autores pensando nas mudanças que aconteciam no Brasil no início dos anos 30. O tema - um homem pobre foi abandonado por sua amada em troca de uma vida de maior conforto e luxo - trata-se de uma crítica social, já que, nessa época, o progresso era a ideia fortemente difundida e diretamente vinculada às aquisições materiais.

Há gravações de Noel executando tal música e Jards Macalé - ator, cantor e compositor carioca - a regravou em 2003. Curta o vídeo:

 


Um comentário:

Obrigada por comentar. Sua visita é muito importante para nós!